Opinião.19 Jun 2015

Wallets, os telemóveis como cartões multibanco

Temos vindo a assistir a uma nova revolução ao nível dos pagamentos móveis. Até à poucos anos o cartão era o meio de pagamento mais utilizado. Um conceito que tem agora um concorrente de peso, o telemóvel.

Com a criação das carteiras digitais - Payment Wallets - abriram-se novas possibilidades ao nível dos pagamentos, um conceito a que o NFC(Near Field Communication) irá certamente dar o seu contributo e que, depois de vários anos alheio do nosso vocabulário, parece finalmente ter encontrado a sua porta de entrada.

Apesar de já há alguns anos se falar de NFC, para o utilizador final este conceito permanecia um mistério. Agora, com a possibilidade de se efectuarem pagamentos através destas carteiras digitais, que inicialmente pareciam um pouco limitadas à Internet, vemos que o telemóvel poderá vir a ser um concorrente sério aos cartões. Isto porque temos vindo a assistir a movimentações na indústria de pagamentos e por parte das grandes empresas tecnológicas para que se estabeleçam parcerias que beneficiem todas as entidades presentes neste novo negócio, incluindo o consumidor, que irá certamente tirar proveito de mais esta ferramenta.

Soube-se à uns dias que a Google tinha chegado a acordo com a Visa para que a sua Google Wallet permitisse pagamentos com cartões Visa. Se a isto adicionarmos um telemóvel com NFC e um comerciante com um terminal que permita ler dispositivos com este tipo de comunicação, temos um cartão no telemóvel que nos permite fazer as compras do mês.

É certo que ainda faltam algumas etapas até todo este conceito estar firmemente nas nossas vidas, mas também é verdade que já faltou mais. Exemplo disso são os pagamentos com cartões multibanco com NFC em lojas como a cadeia alimentar Lidl. A toda a hora estamos mais perto do amanhã e um pouco mais longe de ontem.

Ricardo Lage