Opinião.13 Ago 2015

UI Design - Atração visual

A influência que a aparência visual revela nos juízos humanos já foi alvo de diversos estudos em diferentes áreas e quase todos apontam para as mesmas questões. Segundo o estudo de Gitte Lindgaard, as pessoas são capazes de formar a primeira impressão relativamente a um website em 5 segundos. Ou seja, de forma muito rápida o utilizador vai formular uma opinião do seu website influenciado pelos aspetos visuais do mesmo. A aparência pode inclusivamente afetar a perceção de quão bem um produto funciona.

Parece-lhe estranho?! A Universidade de Stanford elaborou um estudo onde 46,1% dos utilizadores determinou que um website era confiável com base simplesmente na aparência (layout, tipografia, esquema de cores, etc?). A importância visual vai muito além do "parecer bonito", isto é, a maior parte dos utilizadores estabelece uma relação entre a estética e a facilidade de utilização, bem como a qualidade do conteúdo de um website. Vários utilizadores usam como critério de avaliação alguns aspetos visuais para aferir a credibilidade de uma aplicação. É importante lembrar que o "preconceito" inicial é dificilmente esquecido pelos utilizadores, o que prova a importância de uma primeira impressão positiva.

Um design apelativo e atraente ajuda a captar e a prender a atenção do utilizador. Quando se estabelece uma conexão emocional, através do uso de recursos visuais, aumentamos a usabilidade percebida pelo utilizador. É crucial aplicar a mesma energia e tempo para otimizar a aparência da interface que se aplica ao desenvolvimento da sua funcionalidade.
Masaaki Kurosu - professor e especialista nas áreas de UI, UX, interação humano-computador - e Kaori Kashimura - investigadora na área de UX - realizaram uma análise experimental sobre os fatores que determinam a usabilidade percebida pelos utilizadores. Usando os mesmos elementos gráficos, foi pedido a diferentes indivíduos que criassem o layout para um terminal de ATM. Recolhidas essas variações alguns utilizadores foram convidados a avaliar os seus aspetos funcionais e estéticos. Os resultados mostram que a capacidade de utilização é influenciada com a atração visual, ou seja, os utilizadores são fortemente afetados pelo aspeto estético da interface, mesmo quando tentam avaliar os aspetos funcionais.

Existem alguns fatores que ajudam a otimizar visualmente um website, como por exemplo:

  • Reduzir o número de opções de escolha (quando não são prioritárias). Quanto mais opções maior o tempo para completar uma tarefa e maior a probabilidade de paralisia na hora de decidir. Por exemplo, a homepage da Amazon tem alguns botões de navegação na parte superior mas "esconde" os sub-menus até o utilizador precisar deles e clicar em "Shop by Department", por forma a não sobrecarregar o site e torná-lo visualmente apelativo;
  • Usar indicadores visuais (signifiers) que sugerem função ao utilizador. Pode ser algo explícito, como um botão com texto (ex: "enviar o seu comentário" ou "clique aqui"), pode ser algo padronizado (patterns), como um ícone/elemento gráfico (ex: lupa sugere "pesquisa ou zoom" ou logótipo sugere "voltar à homepage"), pode ser algo escondido, que implique ação inicial do utilizador revelando-lhe uma sugestão (ex: imagens ocultas reveladas só em mouseover) ou algo negativo, de modo a ilustrar algo inativo ou que não está acessível;
  • Utilizar as cores certas para traduzir a mensagem pretendida;
  • Aplicar diferentes tipos de simetria;
  • Manter a consistência visual. Ter atenção em especial à tipografia, elementos de UI e cor;
  • Trabalhar os espaços em branco (espaço negativo). É um erro achar que todos os espaços do site têm de ser preenchidos até ao último pixel.


Em suma, a aparência visual importa e muito!! Imprime ao utilizador a sensação de confiança e de familiaridade necessária para criar valor. Se os utilizadores não confiarem no seu website não ficam a conhecer os seus serviços e provavelmente não vão querer usar os seus produtos.

Catarina Acúrcio