Opinião.27 Jun 2011

Redesign

O processo de redesign pode ser bastante complexo. Trata-se da reformulação de algo já existente que por diversas razões necessita de renovação.

Quando nos é proposto um projecto de redesign, para um website, existem vários aspectos a considerar além dos aspectos técnicos presentes no desenvolvimento e concepção. Este processo envolve muito mais do que a reformulação de conceitos visuais, mais modernos e actuais.

- Definir Objectivos
Para além das melhorias de usabilidade e navegação é necessário estabelecer um conjunto claro de objectivos principais para o projecto.
Nesta fase é bastante importante a comunicação com o Cliente. Reservar algum tempo para definir quais as metas específicas e quais os factores-chave que precisam de atenção não é "perda" de tempo, muito pelo contrário. Quando são definidas as razões para o redesign e quais os aspectos mais importantes do website para o negócio, fica mais claro perceber qual o trabalho que tem de ser desenvolvido para responder às necessidades do Cliente.

- Avaliar o Website Actual
Quais os aspectos mais eficazes e os menos eficazes? Está o website apropriado para a área de negócio em que se insere?
Normalmente todos os websites têm os seus pontos fortes e fracos. É natural que os pontos fortes sejam reaproveitados e incorporados na renovação. Esta distinção ajuda a seleccionar novos elementos para o design.
Cada área de negócio possui as suas próprias características e tendências. Por esta razão, é igualmente importante avaliar a concorrência. Determinar quais os pontos em comum nos websites dos líderes de mercado da mesma área de negócio, ajuda a definir características que possam ser determinantes na concepção de um website apropriado para a área de negócio e favorável para os utilizadores.

- Avaliar o Utilizador
Quem são os utilizadores actuais?
Ao contrário do que acontece quando se desenvolve um website novo, um website já existente e alvo de renovação já possui utilizadores regulares que o visitam e que esperam encontrar certos elementos e características.
Deve-se ter em conta a forma como o utilizador navega no website para não quebrar os padrões de utilização e sensação de familiaridade que conquistou com o uso regular do mesmo. Afinal não são só as expectativas do Cliente que estão em causa mas também as do utilizador.

É necessário pensar nestes factores como parte integrante do todo o processo de redesign. É preciso ter em conta a experiência do utilizador enquanto navega, se é intuitiva e funcional e se se adequa aos conteúdos existentes.
Renovar um website está longe de ser uma ciência exacta. É preciso planear bem e fazer as perguntas certas. O que faz um utilizador visitar o website com frequência? O que é que o website possui que possa interessar aos utilizadores? Como posso tornar o website user-friendly sem pôr em causa a identidade da empresa?
Explorar estas condicionantes não só ajuda a que os utilizadores actuais continuem com uma boa impressão do website/empresa como poderá desempenhar um papel determinante no aparecimento de novos utilizadores.

Catarina Acúrcio