Opinião. 3 Ago 2011

Os negócios cada vez mais no seu bolso

No mundo actual é incontornável falar-se em "tablets" ou em "apps". Mas afinal o que é um "tablet" ou uma "app"?

Um "tablet" pode ser descrito como um computador táctil, sem teclado, cujas capacidades são um pouco limitadas quando comparado com um portátil tradicional.
Neste momento pode-se verificar que são essencialmente desenvolvidos para tirar partido da Internet. Contêm ligações WI-FI e 3G que lhes permite manter o seu software actualizado e manter o seu utilizador em contacto permanente com o mundo. Além disso, permitem ver vídeos, ouvir músicas, ler livros e até jogar.
Tudo isto é possível graças a aplicações (apps) desenvolvidas para fins específicos.
Há vantagens em ter um "tablet"? Talvez, isso dependerá da finalidade para o qual este é adquirido e do proveito que se retira da sua utilização.

O que me levou a escrever sobre este assunto não foi a vantagem de ter um "tablet", mas os benefícios que se podem obter por se estar neste novo ambiente virtual.
Na verdade trata-se de um mundo relativamente recente, com muito por onde crescer. É também verdade que nem sempre se obtém o tão desejado lucro imediato, mas a realidade actual leva-me a acreditar que com o tempo (não muito longo, creio) e o maturar desta nova tecnologia e respectivas aplicações, permitirá obter um lucro significativo tanto para os "advertisers", como para os vendedores e mesmo para os Clientes. A oportunidade de ter a aplicação que nos interessa, sobre o assunto que nos interessa é uma mais-valia incalculável. Seja uma loja online que vende produtos próprios, seja uma promotora que divulga os seus eventos, publica os seus anúncios e vende os seus bilhetes, tudo através da sua aplicação. Imaginem a facilidade de utilização e a capacidade de fidelizar Clientes.
Se a isto juntarmos as aplicações NFC (Near Field Communication) que permitem, por exemplo, o pagamento automático (Google Wallet, Isis, Square, entre outros), esta ferramenta torna-se ainda mais completa.

Cada vez mais me convenço que num mundo em constante evolução, não chega ganhar novos Clientes, é necessário fidelizar os que se têm. Este tipo de tecnologia é o parceiro ideal para atingir esse objectivo.

Ricardo Lage