Opinião.23 Jan 2015

Os Google Glasses acabaram, por agora.

Os projetos que muitas vezes saem do papel, nem sempre têm sucesso comercial, mesmo que por trás destes esteja um gigante tecnológico. Que o diga a Google com os seus Google Glasses. Anunciados como o próximo passo de evolução da tecnologia, foram à poucos dias descontinuados e sem perspetiva de atualizações futuras.

O que está a acontecer agora com os Glasses não é novidade. O mercado dos tablets precisou de pelo menos 20 anos para amadurecer e ser hoje como o conhecemos. A Apple, por exemplo, lançou um dos seus primeiros tablets em 1993. Claro que os avanços tecnológicos dos últimos 10 anos não se comparam à década de 80 do século passado, mas todos têm enorme importância e contribuíram para chegarmos até aqui.

Voltando aos glasses, esta tecnologia pode ainda não estar "morta". Se tomarmos o exemplo dos tablets é possível que o produto da Google volte no futuro e, com os avanços tecnológicos dos últimos anos, poderão voltar num espaço de tempo bem mais pequeno, para já, talvez no fim do ano. Veremos.

O sucesso dos produtos depende sempre dos consumidores e apesar de muitas vezes os produtos estarem à frente do seu tempo, a ideia fica impressa na mente de cada um e, seja por moda, por necessidade ou outra qualquer razão, é possível recuperar um produto.

Estejamos atentos aos próximos episódios. É possível que o nome mude, mas o conceito dos glasses veio para ficar.

A ler:
http://www.techtimes.com/articles/27759/20150121/google-glass-is-dead-for-now.htm

Ricardo Lage