Opinião. 1 Jul 2016

Objetividade

A utilização de imagens cada vez maiores nos headers dos sites faz com que por vezes se relegue para segundo plano o seu objetivo principal. Encontramos com frequência sites em que temos dificuldade em perceber que ação devemos tomar ou até mesmo o que nos querem mostrar.

É importante sermos objetivos, principalmente quando o que vendemos é menos convencional. Devemos focar-nos nos benefícios de adquirirem a nossa solução. Especialmente se for num site de uma só página, temos de ser claros logo no topo.

Vejamos o exemplo do Google Drive, a maioria dos visitantes desta página não precisa de ser convencido das vantagens do serviço, mas mesmo assim a Google explica de forma clara quais são os seus benefícios:

"Aceda a todos os seus ficheiros onde quer que esteja" seguido do botão "Aceder ao Google Drive".
www.google.com/intl/pt-PT/drive/

É evidente o que o serviço oferece e o que a Google pretende que façamos. Essa objetividade não deve ser apenas sobre as vantagens do que estamos a divulgar, deve guiar o utilizador para a ação que pretendemos dele.

Quando utilizadas de forma correta as imagens de grandes dimensões no topo do site poderão não ter implicações negativas na taxa de conversão, mas para que isso suceda é fundamental antecipar e dar protagonismo ao que o utilizador procura.

Esta objetividade é uma combinação de vários aspetos, não é apenas o que queremos dizer ao utilizador, é também o que podemos fazer por ele e porque deve escolher-nos a nós em vez da nossa concorrência. É também mostrar de forma inequívoca que passo o utilizador deve dar a seguir.

Jorge Mendes