Opinião.12 Dez 2011

O poder da Infografia

A Infografia nasce da necessidade de comunicar. O quê? Quando? Quem? Como e Porquê? Nem sempre são questões fáceis de explicar ao leitor de forma imediata, clara e concisa.
A importância e a visibilidade da Infografia aumentaram com o aparecimento de novos recursos e programas de interface gráfica.
O crescente poder da expressão visual veio introduzir novas formas de comunicar, incluindo na área de jornalismo. Por exemplo, uma notícia de um assalto pode nos ser explicada de forma visual, apresentando elementos gráficos dos carros, ruas e pessoas, bem como todas as sequências cronológicas do evento.

Afinal o que é Infografia?
São representações visuais de informação. Isto é, uma forma de analisar informação, através de diagramas e outros elementos, ordenando a apresentação de dados de forma mais simples. O objetivo é sempre apresentar uma ideia clara ao leitor para que este compreenda o que se quer transmitir à primeira.

Tradicionalmente, esta forma de expressão comunicacional é usada em áreas como a educação e ciência mas com o crescente mundo dos negócios online, a Infografia aparece agora como uma excelente maneira de comunicar com os Clientes.
As empresas estão a utilizar a Infografia para ajudar a construir as suas marcas e para divulgar os seus serviços, mas transmitir representações visuais de informação, de forma clara, está longe de ser fácil ou linear e em alguns casos pode significar mais perguntas do que respostas.

Como qualquer outro projeto é importante que se defina o objetivo. Qual é a nossa mensagem? O que é que queremos evidenciar ou transmitir? Isto ajuda a reunir os dados que na realidade se precisam, eliminando o seu excesso.
O elemento chave é a informação, sem ela os elementos nunca irão resultar e o objetivo de transmitir o que se quer para que o leitor/utilizador entenda, fica comprometido.
Organizar todos os dados antes de se desenvolver a parte gráfica, ajuda a perceber quais os aspetos necessários para dar destaque ao que é na realidade mais importante.

Não existe nenhuma regra em como apresentar os dados. Isso dependerá sempre da nossa mensagem e do que queremos evidenciar. Normalmente, a representação gráfica da informação é facultada através de gráficos (barras, circulares, dispersão, pizza, etc...), através de ícones, elementos de escala, palete de cores, tipografia e ilustração. No entanto, as representações visuais só existem para simplificar o entendimento da informação, o que significa que existem com o único propósito de transmitir com precisão e clareza os dados e não o contrário.

O poder da Infografia é o de contar uma história que seja percebida por todos de forma clara. A informação representada de forma visual é muitas das vezes um alivio quando comparado a blocos de texto, parágrafos e outros meios de comunicação linear. No fundo é uma forma de processar informação de uma maneira dinâmica, conceptual e direta, pois às vezes uma boa imagem vale mais do que mil palavras.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Catarina Acúrcio