Opinião.22 Mar 2011

Motivação e Espírito de Equipa

Os projectos passam por várias fases desde que nos chegam até que são entregues, por isso é necessária uma gestão atenta para que os mesmos sejam concluídos a tempo, com a desejada qualidade e dentro do valor estipulado. Nenhum destes pontos pode ser alcançado sem o envolvimento e a colaboração da equipa de projecto. A forma como alcançamos esse envolvimento pode passar por diferentes abordagens.

Indicar que tarefas há para fazer e como executá-las é umas das formas! Esta postura leva geralmente a que os membros da equipa discordem das opções tomadas ou executem simplesmente o que lhes é pedido e nada mais.

Podemos também explicar o que é necessário fazer e procurar "vender" a ideia de como pode ser concretizado. Esta abordagem resulta em colaboradores mais cooperantes, que realizam as tarefas porque acreditam nos benefícios da solução.

Em alternativa podemos procurar uma solução em conjunto com os membros da nossa equipa. Esta abordagem resulta geralmente numa equipa mais motivada, além de que a partilha de ideias gera também novas ideias permitindo por vezes encontrar mais do que uma solução. Os colaboradores sentem assim que o trabalho é mais "seu". O gestor define os objectivos mas a forma como são alcançados é estabelecida pela equipa.

Um gestor experiente deve saber conjugar e equilibrar as diferentes abordagens de acordo com a situação e a experiência da equipa. Conhecer bem a nossa equipa permite-nos fazer uma distribuição adequada das tarefas tendo em conta as capacidades e preferências de cada colaborador, porque desta forma o colaborador faz o que sabe fazer melhor e também o que gosta mais de fazer. Pela mesma razão, exercer pressão para que certos colaboradores se especializem numa determinada área, só porque a empresa necessita de adquirir conhecimento nessa área, não deve ser a solução para colmatar essa lacuna.

Partilhar os objectivos da empresa e da equipa com os membros da mesma, demonstra confiança e ajuda a perceber os objectivos de cada elemento, sendo assim mais fácil conduzi-los numa direcção que possa ser benéfica para ambas as partes. Criar uma atmosfera em que os membros da equipa se sintam motivados leva a que se tornem pro-activos e procurem resolver os problemas sem que seja necessário pedir-lhes isso, porque sentem que estão a contribuir para um bem comum.

A falta de confiança é sem dúvida o maior obstáculo para uma equipa motivada. Construir essa confiança e partilhar objectivos é fundamental para o sucesso de uma equipa. A equipa precisa acreditar que o seu gestor se preocupa com eles e luta também pelos seus interesses.

A comunicação é um elemento chave em qualquer empresa e pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso desta. Os colaboradores devem saber exactamente o que se espera deles. Por vezes as coisas não correm bem, mas discutir e encontrar soluções em conjunto é um bom sinal de vitalidade e solidez de uma equipa.

Vigiar o trabalho de cada colaborador e emitir opinião sobre tudo, ou tentar estar envolvido em todas as decisões pode ser contraproducente. Devemos deixar a nossa equipa mostrar o que vale e mostrarmo-nos disponíveis para ajudar e orientar sempre que os elementos da equipa precisarem.

Jorge Mendes