Opinião.30 Dez 2011

Comunicar em 2012!

2012 prevê-se como um ano difícil para todos e as empresas não são exceção. As PME's, em particular, temem o ano que está à porta e começam a delinear estratégias para combater as adversidades económicas que se antevêem.

Muitas empresas cortam, e muito, no investimento em Comunicação como forma de combater a crise. Mas esta é uma decisão arriscada.

É preciso poupar mas para isso não é necessário cortar radicalmente no investimento. Uma empresa que sempre comunicou e que investiu para criar uma relação de proximidade com os seus Clientes e potenciais Clientes não pode de um momento para o outro deixar de o fazer defraudando assim as expectativas dos Consumidores.

É aconselhável repensar e renovar modelos de negócio, tornar o investimento em comunicação mais eficaz, direcionando-o para estratégias de comunicação com resultados, que se diferenciam e que vão ao encontro daquilo que o consumidor deseja.
As empresas têm de acompanhar as mudanças e as necessidades dos consumidores. Devem reposicionar-se face ao mercado que está agora mais retraído, desconfiado mas ao mesmo tempo mais informado e exigente.
Estes novos consumidores só serão nossos Clientes se realmente percecionarem valor acrescentado nos nossos produtos/serviços.

Tablets, Mobile, Social Media, Códigos QR, Eco, Cloud, E-Commerce, Social Promotions são áreas que já fazem parte da realidade da maior parte dos portugueses e que em 2012 vão continuar a crescer. As empresas têm de planear e gerir a sua comunicação tendo por base a evolução que o mercado apresenta.

2012 não deve ser visto como o ano da crise mas sim como o ano da Mudança, da Inovação e da Criatividade.
Ótimo 2012 e Bons Negócios!

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Vera Libânio