Cloak

Opinião.28 Mar 2014

Cloak - A Nova Aplicação Antissocial

Num mundo cada vez mais marcado pela facilidade e rapidez com que se estabelecem relações interpessoais, fruto do sucesso das redes sociais, existem algumas aplicações que pretendem inverter a tendência e apresentam-se como antissociais.

A Cloak é uma delas e pretende garantir desencontros.

O mais curioso é que esta aplicação, disponível para IOS, tem de estar ligada a redes sociais para conseguir o seu objetivo de ser antissocial. É através da ligação aos dados de localização fornecidos publicamente pelas redes sociais, Foursquare e Instagram, que esta aplicação permite ao utilizador evitar encontros desagradáveis.

Através desses dados a aplicação indica, num mapa, a posição geográfica do utilizador e aponta os locais por onde passaram os contatos que este tem nessas redes sociais .

Existe ainda a possibilidade de marcar uma determinada pessoa para que seja lançado um alerta quando essa pessoa se aproximar do local onde o utilizador se encontra.

É o próprio utilizador que define quando é que considera que os seus contactos já estão muito próximos, podendo alargar ou diminuir a distância de proximidade.

Existem portanto duas formas de "vigiar" a aproximação dos contactos, casualmente, através do mapa, ou com um alerta definido para determinada pessoa, no qual o telemóvel avisa quando esta se encontra na barreira de proximidade definida pelo utilizador.

A Cloak pode ser usada para evitar encontros com ex-namorados, ex-chefes, pessoas desagradáveis que podem estragar o dia mas há quem a use apenas para evitar encontrar alguém num momento em que está menos bem vestida, ou que está com muita pressa e ficar à conversa com alguém não vem nada a calhar.

De momento esta aplicação apenas funciona com as redes sociais Foursquare e Instagram mas os seus criadores esperam brevemente permitir a sua utilização com o Facebook e quem sabe, no futuro, até com o Twitter.

A App Cloak está disponível na Apple Store e é gratuita.

Um dos seus criadores é Chris Baker, nome bastante conhecido por criar ferramentas que nos permitem excluir da nossa rede pessoas e informações indesejadas.

Lançou o Unbaby.me, solução que trocava, no feed do facebook do utilizador, as fotografias dos bebés publicadas pelos seus amigos, por imagens que ele preferia.

Mais tarde decidiu substitui-lo pelo Rather, sistema criado para permitir ao utilizador livrar-se do que não gosta no Twitter ou Facebook. Após instalar o Rather, o utilizador apenas tem de escolher um tema ou palavra que represente o que detesta e definir o que quer que o substitua. Em seguida, sempre que surgir algo associado ao que o utilizador excluiu é trocado pela palavra ou imagem que este definiu como sendo a sua preferência.

Outro dos seus projetos, obviamente antissocial, é o Hate with Friends, no qual o utilizador fica a saber se um amigo no Facebook não gosta de si e vice-versa. Para que o site avise o utilizador de que um "amigo" o odeia, é necessário que o utilizador odeie o amigo primeiro. O utilizador pode odiar um amigo sem que ele saiba, ele só saberá se também o adicionar à lista de pessoas que detesta, ou seja, o ódio para ser público terá de ser recíproco.

Chris Baker acredita que as pessoas estão a começar a cansar-se do funcionamento convencional das redes sociais e por isso os projetos antissociais terão cada vez mais sucesso.

Vera Libânio