Opinião. 4 Fev 2016

Bootstrap vs Foundation: Que framework devo usar?

Bootstrap e Foundation são as duas front-end frameworks mais faladas e usadas no que toca ao desenvolvimento web, pois possibilitam que não se tenha de começar do zero sempre que se queira construir um website/aplicação web. Para as conhecer melhor vamos falar sobre os seus inícios, as suas semelhanças e as suas vantagens.

A Bootstrap foi criada em meados de 2010 pelo Twitter. Esta ferramenta foi desenvolvida por Mark Otto e Jacob Thornton, trabalhadores do Twitter. Nos seus primórdios a Bootstrap foi idealizada como uma ferramenta interna mas a 19 Agosto de 2011 foi disponibilizada ao público a sua primeira versão. É o projeto mais popular no Github, fazendo com que até à data tenham sido disponibilizadas mais de 20 versões desde a sua criação.Tal como a Bootstrap, a Foundation foi desenvolvida inicialmente como ferramenta interna da ZURB, empresa norte-americana de design, mais tarde em finais de 2011 foi disponibilizada a primeira versão para o público. Com o passar do tempo a Foundation acabou por ter mais versões que a Bootstrap, o que pode significar que o esforço para "afinar" e para colmatar falhas tenha sido maior, porém a Foundation não é tão usada hoje em dia como a Bootstrap.

Semelhanças entre a Bootstrap e a Foundation:

  • São front-end frameworks open source, o que significa que são livres para qualquer uso e para adaptações;
  • Com elas podemos criar websites responsivos, isto é, websites que se adaptam a smartphones, tablets e desktops;
  • Fazem o uso de um sistema grid de 12 colunas;
  • Ambas vêm com elementos prontos a usar, ou seja, elementos com CSS pré-definido;
  • Tem a possibilidade de adicionar plugins JavaScript para o desenvolvimento mais avançado de um website/aplicação web;


Vantagens da Bootstrap:

  • Dada a sua imensa popularidade, existe uma grande comunidade à volta desta framework o que faz com que a informação sobre ela seja maior;
  • Mais uma vez pela sua popularidade existem mais temas baseados em Bootstrap;
  • Melhor compatibilidade com os browsers;
  • Usa os processadores de CSS LASS e SASS, enquanto a Foundation só usa o SASS.


Vantagens da Foundation:

  • Faz o uso de uma abordagem "design-it-yourself", ou seja, possibilita aos utilizadores um melhor ambiente para alterar o design dos seus sites. Apesar de isso também ser possível na Bootstrap, é preciso algum esforço para que o nosso projeto não seja idêntico a muitos outros projetos baseados em Bootstrap;
  • Não é necessário adicionar classes para ser responsivo ou para conseguir o design desejado;
  • Validação de formulários usando a biblioteca Abide do HTML 5;
  • Off-canvas menus;
  • Tabelas de preços: tabelas prontas a usar para mostrar o preço dos produtos;
  • Interchange: website carrega diferentes conteúdos para diferentes dispositivos/ecrãs, o que possibilita uma melhor usabilidade por parte do utilizador final;
  • Suporte de leitura right-to-left: modifica a direção do texto, bom para websites que possuem idiomas em que a leitura se faz da direita para a esquerda;
  • Joyride: dá ao utilizador uma visita guiada pelo website;
  • A equipa da Foundation oferece serviços e cursos como forma de suporte.


Em conclusão, sem qualquer dúvida o uso de front-end frameworks facilita a tarefa aos programadores no que toca ao desenvolvimento de websites. Tanto a Bootstrap como a Foundation são duas frameworks que possibilitam isso, como podemos ver pelo que foi descrito em cima. No que toca à escolha entre uma delas, depende do gosto e da familiaridade de cada um com as mesmas.

Tiago Pereira