Opinião.14 Dez 2009

As Empresas e as Redes Sociais

A presença de empresas nas Redes Sociais tem crescido de forma exponencial.

As redes sociais como o Facebook, Twitter, Youtube, Linkedin surgem como um novo canal de comunicação à disposição das empresas permitindo uma interacção com o Cliente muito superior à de qualquer outro meio de comunicação. A tendência será para que seja, cada vez mais, o Cliente a ditar as "regras do jogo" e por isso é indiscutível a importância da relação One-to-One proporcionada pelo fenómeno do Social Media Marketing.
Se não há dúvidas quanto a este assunto, o investimento por parte das empresas é crescente, o mesmo não acontece quanto ao investimento nas Redes Sociais Internas.
Esta questão suscita algumas dúvidas nos decisores das empresas que, ao considerarem as Redes Sociais Internas como uma ameaça quando o correcto seria vê-las como uma oportunidade, têm como principal receio a queda de produtividade por parte dos colaboradores.

Actualmente, e perante a crescente evolução do mercado empresarial, o valor das empresas passa essencialmente pela sua capacidade de inovar e é necessário que os decisores percebam o potencial dos seus colaboradores como fonte de conhecimento e criatividade.

Quem melhor para ter ideias sobre um negócio do que as pessoas que o conhecem e que se envolvem nele diariamente?

Ao apostarem em Redes Sociais Internas as empresas fomentam a inteligência colectiva, possibilitam uma maior ligação entre as pessoas, a aglomeração de ideias vindas de diferentes fontes e uma maior cooperação empresarial.
As Redes Sociais Internas melhoram a comunicação interna, permitem a partilha de conhecimento e potenciam o aparecimento da inovação. Com uma participação mais activa dentro das questões da empresa os colaboradores vão sentir que as suas ideias são tidas em conta e que podem ser expostas livremente, criando um vínculo mais forte e positivo com a cultura empresarial.

Todos estes factores contribuem para contrapor a ideia pré-concebida de alguns gestores de que as Redes Sociais Internas são uma ameaça para o negócio. Pelo contrário, elas são um meio de potenciar o seu crescimento.

Vera Libânio