Duolingo - Aprender

Opinião.15 Mar 2012

Aprender para que outros consigam ler

No post "Recaptcha: uma ideia que capta a atenção" prova-se que a internet pode de fato contribuir para um mundo melhor (neste caso em particular uma cultura melhor). O responsável e criador da ideia, Luis von Ahn tem agora em mãos um novo projeto que promete ser tão ou mais ambicioso: o Duolingo.

O Duolingo tem como objetivo colmatar um dos grandes entraves à universalidade da Web atual: o idioma.

Hoje em dia a Web ainda continua inacessível a várias fatias da população mundial devido a variadas razões, entre as quais destacam-se problemas económicos, técnicos ou mesmo atos de censura. Continua no entanto a haver um motivo principal que pode até passar despercebido para muita gente: o idioma em que as páginas estão escritas.
Sendo verdade que a maioria da Web é dominada pela língua inglesa, também é verdade que muitos de nós conseguem adaptar-se a essa realidade, navegando entre páginas sem problemas de compreensão.
Mas como resolver esta questão de idiomas quando o utilizador não domina suficientemente bem o inglês ou outra língua que serve de base ao que está a ler? Não será possível traduzir automaticamente as páginas para a linguagem pretendida? De fato isso já se consegue, mas o processo de tradução automática não é muito fiável já que é feito por código e não diretamente por pessoas (estima-se que apenas serão possíveis traduções automáticas de forma fiável dentro de 15 a 20 anos). A solução passa desta forma por encarregar pessoas dessa tarefa, o que convenhamos não é economicamente viável para a empresa responsável pelo website.

Com o Duolingo a resolução do problema torna-se mais próxima. Melhor: a solução oferecida pelo Duolingo para este problema visa resolver outros, ou especificando, pode instruir o utilizador da plataforma, pois a mesma que serve este projeto faz com que o utilizador possa aprender/estudar idiomas. Esta possibilidade de aprendizagem é independente da condição económica de quem usufrui da mesma já que o serviço é pago não com dinheiro mas sim com o tempo que é despendido.

Já a tradução de páginas é conseguida pela resolução por parte do utilizador de exercícios de escrita cujas sentenças são obtidas de websites que precisam de ser transcritos para outros idiomas.

Uma frase que seja retirada de um determinado website é utilizada várias vezes em diferentes exercícios o que permite obter múltiplas transcrições para a mesma frase. Além disso os utilizadores podem classificar as transcrições de outros utilizadores o que desta forma permite obter a melhor transcrição filtrando a frase com melhor classificação.

Até à data o serviço encontra-se ainda na sua versão beta daí que apenas seja possível usufruir do mesmo mediante convites, além disso as únicas linguagens disponíveis são o Espanhol e o Alemão.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Tony Oliveira